Cirurgia maxilofacial

Existem muitas especialidades em Odontologia, mas uma em especial se destaca pelo aspecto amplo e por dialogar com outras disciplinas médicas. Referimo-nos aqui ao ramo maxilofacial, de cirurgias maxilofacisi e bucomaxilofaciais. Esse ramo aparece mal compreendido por algumas pessoas devido especialmente á sua complexidade. Vejamos.

O aspecto maxilofacial parece apenas se referir aos maxilares e ao aspecto dos problemas deles para a face. Mas no fundo essa especialidade é mais ampla, por abordar todos os aspectos relativos á mastigação, á estética, ao bem estar relativamente aos ossos na face, e também a questões mastigatórias, de fala e de trabalho com os órgãos internos.

Isso significa no fundo que a cirurgia maxilofacial é uma intervenção cirúrgica bastante complexa em teoria e que dialoga com muitos âmbitos na prática. Se o paciente tiver problemas de fala por questões envolvendo a mandíbula e o maxilar, ela terá antes de mais nada consultar um fonoaudiólogo para saber como irá afetá-lo se fizer cirurgia maxilofacial.

Por outro lado, se tiver dificuldades com a língua, no encaixe em sua arcada, terá de consultar outro tipo de especialista para lidar com o pós-operatório na cirurgia maxilofacial. E assim por diante. Ou seja, a cirurgia maxilofacial é mais ampla em abordagem e em efeitos para o paciente e para os profissionais.

Quando sei que tenho que fazer cirurgia maxilofacial?

Em primeiro lugar, quando os seus problemas de face não disserem respeito a aspectos superficiais. Em segundo lugar, quando os efeitos dos seus problemas forem intensos e incômodos, ou seja, quando refletirem algum problema mais sério que não pode ser resolvido sem intervenção cirúrgica, mesmo que ele diga respeito em última instância a parâmetros estéticos.

  • Uma cirurgia maxilofacial normalmente requer internação;
  • Uma cirurgia de correção de mandíbula (ortognática) é maxilofacial;
  • Uma cirurgia de correção de maxila (maxilar superior) também;
  • Normalmente, cirurgias maxilofaciais requerem uso de diagnósticos ortodônticos;
  • Cirurgia maxilofacial demanda um bom tempo de diagnóstico e de avaliação por vários especialistas.

Uma cirurgia maxilofacial costuma ser cara?

Não necessariamente. Há questões maxilofaciais que podem requerer cirurgias simples e breves. Por exemplo, uma pequena correção de assimetria pode nem supor cirurgia (normalmente supõe). Já a retirada de algum dente especialmente complicado, com efeitos aparentes, com correção posterior do maxilar, também é um problema maxilofacial, mas nem por isso requer cirurgia. Por outro lado, a maioria das intervenções cirúrgicas não saem muito baratas.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia maxilofacial:


cirurgia maxilofacial
cirurgia maxilofacial