Cirurgia no maxilar

Os ramos da Odontologia são diversos, e eles costumam se referir a partes do rosto ou mesmo a órgãos específicos. O maxilar ou maxila, no caso, é o osso que fica em frente do seu rosto, bem atrás dos lábios, e que além de fixo determina as propriedades de sua mastigação pelo lado da mordida superior. Ele precisa estar em boas condições para que você consiga mastigar, respirar, e falar direito. Sem maxilar em boas condições você pode acabar tendo problemas diversos, inclusive contaminação pelo meio ambiente circundante.

O maxilar pode passar por cirurgias, e elas podem ser diversas. Esse maxilar pode ter problemas de má formação, por exemplo, ou pode ter sofrido esmagamento por acidentes, ou pode ter sido afetado por comportamentos ditos errados, como consumo de drogas. Não que o osso tenha sido necessariamente afetado, mas a abertura que o maxilar permite pode ter, sim, sido prejudicada. Ou seja, o maxilar é o osso que dá cobertura a algo que é bem maior que ele. Por outro lado, problemas na mandíbula podem requerer mexer no maxilar. Ou seja, a cirurgia no maxilar é algo que pode ocorrer por muitos motivos.

Cirurgia ortognática pode requerer cirurgia no maxilar

A chamada cirurgia ortognática, que é dividida em três classes, costuma afetar também o maxilar. Isso porque tanto nos casos das classes 2 e 3, como em problemas de má formação, o maxilar pode requerer ser mexido, cortado ou mesmo retirado, para colocação de prótese. Mas a maioria dos casos é mesmo de classe 2 e 3, e especialmente a classe 3 pode motivar realizar corte no maxilar.

  • O maxilar pode ser cortado;
  • Ele pode ser avançado para permitir boa mastigação;
  • Ele pode ser reparado;
  • A cirurgia no maxilar costuma contar com parte da solução de casos ortognáticos classe 3;
  • O maxilar pode ser reparado, inclusive.

A cirurgia no maxilar é cara?

Depende do caso. Muitas vezes ela é inserida no custo da ortognática 3. Ou quando diz respeito a problemas de adaptação de mastigação e respiração é mais simples e não envolve custos muito elevados. Mas ela é assumida como um procedimento cirúrgico bastante especializado, ou seja, que precisa de avaliação pormenorizada e tratamento todo especial. Podem ocorrer casos em que o maxilar tenha de ser retirado, e isso tem de ficar claro. Ás vezes tratar não adianta. Existem próteses de maxilar, especiais, para esse tipo de caso.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia no maxilar:


cirurgia no maxilar
cirurgia no maxilar