cirurgia ortognatica classe 3

Os casos de pessoas com maxilares fora do lugar são muito diversos. Vão desde pessoas com queixos salientes, tortos, ou muito salientes, com maxilares superiores afundados, até pessoas com queixos aparentemente normais, mas arcadas dentárias meio fora do lugar. Diversos artistas conhecidos, do cinema e do teatro, experimentam esses problemas. Para todos esses casos, existem procedimentos odontológicos indicados. Para os casos mais graves, existe a cirurgia ortognatica classe 3. Em que ela consiste?

Imagine um rosto de uma criança cujo maxilar inferior começa a crescer muito. Imagine então que os esforços de mastigação ou outros problemas começam a criar problemas labiais, inclusive. Imagine essa criança com o passar dos anos. Ela passa então a assumir uma aparência muito estranha, e a enfrentar problemas sérios de mastigação e respiração, muito provavelmente. Isso sem contar seus problemas de autoestima. Essa criança, já adulta, é o caso para cirurgia ortognatica classe 3.

Quais fatores estão envolvidos numa cirurgia desse tipo?

  • Análise pormenorizada dos motivos da atual situação;
  • Verificação dos danos nas arcadas dentárias e dentições;
  • Verificação dos problemas decorrentes dos maxilares fora do lugar;
  • Avaliação das alternativas possíveis;
  • Estudo das técnicas adequadas e das opções em caso de não cirurgia;
  • Cálculo dos cortes a serem feitos, e dos passos seguintes, em ambos os maxilares;
  • Avaliação dos passos para o pós-operatório (após a cirurgia).

Para quem busca orientação de custos, note-se quão diferentes podem ser as situações envolvidas nesse tipo de diagnóstico cirúrgico, em primeiro lugar. Depois, note-se que as saídas podem variar de profissional para profissional, e que portanto isso afeta os custos. De outro ponto de vista, a expertise prática do médico também conta muito.

Uma cirurgia ortognatica classe 3 serve para todos os casos?

Não, definitivamente. Há casos em que o perfil do paciente inviabiliza o procedimento cirúrgico, e devem ser feitas outras intervenções mais limitadas. Por outro lado, crianças não podem passar pela operação, pois deve-se esperar até que os maxilares estejam definidos, para eventualmente fazer algo neles. Isso também vale para pessoas com problemas outros, tais como neurológicos, excessivamente sensíveis. Ou seja, sempre é preciso consultar antes seu médico.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia ortognatica classe 3:


cirurgia ortognatica classe 3
cirurgia ortognatica classe 3