Cirurgia ortognatica mandíbula

Todo procedimento cirúrgico sério precisa lidar com aspectos variáveis, que dizem respeito a órgãos muito estudados, mas cuja situação na prática pode requerer técnicas especiais. A mandíbula é o osso que mais tem função determinante, em linhas gerais, em cirurgia ortognática. Tanto isso é verdade que as classes da cirurgia se referem á condição da mandíbula, para a frente (3) ou para trás (2). Ou seja, é com base no posicionamento e desenvolvimento da mandíbula (com nervos, partes óssas, etc.) que no fundo é possível entender toda a cirurgia ortognatica mandíbula.

Claro que isso não significa que a cirurgia ortognatica mandíbula diga respeito somente a ela. Sabe-se que na própria cirurgia existe a fase do corte do maxilar superior, e que além disso há cuidados com a dentição e o encaixe. Mas a mandíbula é realmente o osso com que se tem de ter maior cuidado na cirurgia. Isso acaso significa que cada osso é, em linhas gerais, igual? Não, necessariamente não. Mas os eventos que surgem nas classes 2 e 3 são bem conhecidos, e isso também tem de ser levado em conta na avaliação do caso em particular.

Com que questões a cirurgia ortognatica mandíbula tem de lidar?

  • A mandíbula está em posição anterior ou inferior;
  • Ela mantém as dimensões recomendadas ou é assimétrica;
  • Ela pode ser serrada sem criar problemas em sua integridade;
  • Ela consegue ser ajustada, mesmo assimétrica, posteriormente;
  • A mandíbula não dificulta excessivamente a sensibilidade nervosa;

Todos esses questionamentos existem previamente e posteriormente a qualquer operação ortognatica mandíbula. Esses questionamentos podem ser encarados com diversas técnicas, inclusive. Mas não podem ser tratados sempre da mesma forma. Os casos são sempre ao menos levemente diferentes, e essa diversidade deve ser respeitada pelo dentista e pelo paciente.

Consulte o seu dentista especificamente com respeito a sua mandíbula

Sendo tão importante na cirurgia, o trato da mandíbula requer um esclarecimento adicional por parte do dentista. Ele deve de preferência dizer exatamente o que irá fazer, com que tipo de técnica, e como ficará lidar com a mandíbula em outra posição e com outra dimensão. Esclareça suas dúvidas com o profissional que lhe foi recomendado, assim como com outros que podem ajudá-lo/a a lidar com seu caso.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia ortognatica mandíbula:


cirurgia ortognatica mandíbula
cirurgia ortognatica mandíbula