Cirurgia ortognática para o ortodontista: apanhado geral

A cirurgia ortognática para o ortodontista é um procedimento que conta com a participação de uma equipe multidisciplinar que pode variar de acordo com a complexidade de cada caso. O tratamento ortodôntico pode acompanhar a cirurgia ortognática e é indicada para pacientes que apresentam algum tipo de deformidade dentofacial caracterizado por uma grande diferença no tamanho de estruturas como os maxilares, tanto o superior quanto o inferior.

O procedimento costuma ser realizado por um cirurgião especialista em traumatologia e cirurgia buco-maxilo-facial, de modo que a associação com um tratamento ortodôntico pode ser benéfica, uma vez que, quando associados, produzem resultados mais satisfatórios e estáveis ao paciente.

Cirurgia ortognática para o ortodontista e as etapas do procedimento

As intervenções cirúrgicas como a cirurgia ortognática para o ortodontista são procedimentos que devem adotados quando o paciente apresenta caso de maloclusão que precisa ser corrigida com auxílio de ambos profissionais, o ortodontista e o cirurgião especialista em traumatologia e cirurgia buco-maxilo-facial.

Diante de circunstâncias como essa é comum que seja elaborado um plano de tratamento que costuma apresentar as seguintes fases:

  • Pré-cirúrgica: compreende a parte do diagnóstico, cujo início é dado através de diversos exames clínicos que embasarão a o planejamento do tratamento elaborado por meio de esforço conjunto e integração entre os profissionais envolvidos;
  • Trans-cirúrgica: corresponde a parte em que são solicitados exames como as radiografias panorâmicas para que seja possível verificar se a posição das raízes não interfere nas osteotomias consideradas necessárias no planejamento. Também são analisadas se alguma patologia foi desenvolvida durante o período por conta da reabsorção radicular;
  • Pós-cirúrgica: após o procedimento cirúrgico ser concluído, são colocados elásticos intermaxilares como forma de manter a nova posição das estruturas rearranjadas. Desse modo, é mantido o novo padrão relacionado a oclusão do paciente;
  • Fase de contenção: assemelha-se a fase de controle de pacientes que passaram por procedimento ortodôntico convencional, de modo que ao paciente é recomendado os mesmos cuidados.

A relação entre a cirurgia ortognática e a ortodontia

A avaliação para verificar a necessidade do paciente passar pela cirurgia ortognática para o ortodontista conta com a participação de uma equipe multidisciplinar. Dessa forma, há participação ativa de profissionais como o ortodontista, sendo que o tratamento ortodôntico pode ser feito anteriormente, como fase prévia e que antecede a cirurgia ortognática, assim como pode ser adotado após a cirurgia ter sido executada.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia ortognática para o ortodontista:


cirurgia ortognática para o ortodontista
cirurgia ortognática para o ortodontista