Cirurgia ortognática quanto custa e sua relação com as deformidades dentofaciais

A cirurgia ortognática quanto custa consiste em um procedimento que aborda casos severos de deformidades dentoesqueléticas e tem o objetivo de corrigi-las, uma vez que tais deformidades comprometem significativamente a qualidade de vida da pessoa que apresenta esse tipo de caso relacionado a malformação.

Antes de realizar esse tratamento, porém, é preciso que seja feito o devido diagnóstico, sendo que este começa com uma avaliação da situação atual do paciente, assim como se baseia também em suas queixas e anseios por condições estéticas e funcionais melhores.

Sendo assim, é muito comum que o especialista em traumatologia e cirurgia buco-maxilo-facial solicite certos exames que permitam avaliar as condições relacionadas a oclusão, assim como o posicionamento das raízes dos dentes e da arcada dentária, por exemplo.

A análise facial, por sua vez, deve ser feita observando a sua simetria, contornos e proporções das estruturas, a relação entre lábios e dentes, assim como a projeção do queixo e a distância mento-cervical.

Resumindo, o correto diagnóstico deve ser baseado na queixa principal do paciente, estudo da oclusão, achados cefalométricos e na análise facial. Esta deve ser realizada, observando simetria, contorno e harmonia de estruturas, como área paranasal, relação lábio dente, projeção do mento e distância mento-cervical. Deste modo, diante de diferentes configurações de formação maxilar e demais proporções, os especialistas envolvidos conseguem fazer o devido planejamento do tratamento antes da cirurgia ortognática quanto custa ser feita.

Cirurgia ortognática quanto custa: o que fazer antes da cirurgia

Os pré-requisitos atrelados a cirurgia ortognática quanto custa são medidas que devem ser seguidas para que se obtenha o devido sucesso do procedimento, assim como uma qualidade melhor dos resultados obtidos. Estes pré-requisitos estão associados então ao:

  • Uso de aparelhos ortodônticos;
  • Realização e acompanhamento de planejamento cirúrgico condizente com as condições do paciente;
  • Remoção dos dentes do siso;
  • Encaminhamento dos moldes da arcada dentária do ortodontista para o médico cirurgião;
  • Harmonia e devida integração entre os profissionais que compõem a equipe multidisciplinar;
  • Solicitação de exames pré-operatórios.

Quais são problemas comumente associados às deformidades dentofaciais?

Os pacientes que apresentam algum dos diferentes tipos de deformidade dentofacial costumam enfrentar certas complicações relacionadas a oclusão, que podem ser corrigidas por meio da cirurgia ortognática quanto custa, de modo que este quadro pode acabar prejudicando outras funções. Uma destas funções é a deficiência na mastigação, o que prejudica a alimentação do indivíduo. É possível perceber também que esses indivíduos apresentam dores e desconfortos musculares e também nas articulações.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia ortognática quanto custa:


cirurgia ortognática quanto custa
cirurgia ortognática quanto custa