Cirurgia plástica facial: técnica do lifting facial

A técnica do lifting facial, também conhecida como facelift, ritidoplastia e ritidectomia é a cirurgia plástica facial que propicia um rosto de aparência mais jovem, sem rugas, flacidez, excesso de pele e outras condições relacionadas a idade e que são adquiridas com o passar do tempo. Desse modo, essa técnica melhora os contornos do rosto e reduz as marcas de expressão, condições relativas ao envelhecimento da face.

De modo geral, cirurgia plástica facial é um método que visa a melhoria da situação estética do paciente, ajudando na obtenção de um estado mais harmonioso, afinando ou demarcando os contornos faciais, remodelando estruturas como o nariz. Pode ser também uma opção para quem deseja disfarçar cicatrizes ou outras marcas indesejadas.

Quais são os tipos de cirurgia plástica facial

Considerando a técnica do lifting facial, é possível perceber que existem diferentes tipos de procedimento desta categoria, sendo eles:

  • Minilifting: consiste na mesma técnica que o lifting facial, mas difere-se por, teoricamente, deixar cicatrizes menores;
  • Lifting temporal: trata de um procedimento que visa o levantamento da região temporal, posicionando o supercílio de modo a dar um tom mais jovial para pessoa;
  • Lifting frontal: consiste no tratamento para amenizar as rugas que se encontram na região da testa;
  • Lifting cervicofacial: esta cirurgia trata além da região facial, a região do pescoço, colocando os tecidos de volta a sua posição natural, retirando o aspecto flácido por conta do excesso de pele.

Vale lembrar que a cirurgia plástica facial é um procedimento facultativo, de modo que tem apelo mais atrelado ao lado estético, emocional e psicológico.

Cirurgia plástica facial: saiba mais como funciona a sua recuperação

A ritidoplastia, ou cirurgia plástica facial, ficou muito popular graças ao surgimento de novas técnicas, assim como aos resultados cada vez melhores, que permitiram abrandar os efeitos visuais provocados pelo tempo, pela exposição ao sol e também ao stress do dia a dia.

O processo de recuperação da cirurgia plástica facial não é mais complicado do que uma cirurgia feita em outra região do corpo, de modo que o processo de regeneração depende do organismo do paciente, e como este reponde ao tratamento.

Por se tratar de um procedimento delicado, é recomendado que o paciente permaneça em repouso absoluto por um período de uma semana, evitando abaixar a cabeça ou movimentá-la de maneira mais abrupta. O aparecimento de certas marcas, manchas e inchaço na região não deve ser motivo de preocupação, uma vez que ocorrem por conta da grande vascularização que ocorre no local. Sendo assim, a aplicação de compressas de gelo no rosto, e nas partes mais afetadas pode ajudar no processo de redução do inchaço.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia plástica facial:


cirurgia plástica facial
cirurgia plástica facial